Cirurgia das pálpebras  


Cuidados pós-operatórios
A plástica palpebral é uma cirurgia de pequeno porte, realizada sob anestesia local, porém a sua recuperação merece uma atenção muito especial devido à delicadeza das estruturas que são manipuladas.

Recomendações
- Evitar firmar a visão na primeira semana. Um programa de televisão pode ser visto, porém recomenda-se evitar ir ao cinema por 15 dias e ler textos com letras pequenas.
- Iniciar ginástica somente a partir de 30 dias.
- Iniciar caminhada somente a partir de 15 dias.
- Usar óculos escuros ao sair na rua, pois a claridade do dia causa irritação nos olhos.

Recuperação
No pós-operatório é comum sentir o "repuxar" nos cantos laterais das pálpebras. Essa sensação é devido ao processo de cicatrização e dura em torno de 6 meses a 1 ano. O uso de compressa de gelo ameniza bastante o desconforto no pós-operatório.

Curativo
Não existe curativo na cirurgia palpebral. Recomenda-se apenas uma boa higiene, que deve ser feita com soro fisiológico nos primeiros 7 dias de pós-operatório. Ao despertar pela manhã, lavar o rosto normalmente e, depois, fazer uma limpeza mais detalhada das pálpebras com soro fisiológico, gaze e cotonete.

Cicatriz
No início, as cicatrizes podem estar aparentes e de coloração avermelhada, porém geralmente se tornam de bom aspecto com o decorrer do tempo. A pele das pálpebras é muito fina, o que facilita a cicatrização. Em geral, recomenda-se aguardar de 3 a 6 meses para que a cicatriz tenha uma boa qualidade e se torne imperceptível.

Edema
Qualquer região operada permanece inchada por um período mínimo de 6 meses. É importante que o paciente tenha conhecimento dessa informação para não gerar ansiedade. Os resultados de uma plástica palpebral poderão ser percebidos após 15 dias, no entanto teremos apenas uma pequena e superficial avaliação desse resultado. Após 30 dias, os resultados já serão melhores, mas as pálpebras ainda estarão inchadas, de maneira que o resultado final ainda não poderá ser totalmente avaliado.

De uma forma em geral, o resultado final é feito aos oito meses, quando a pele das pálpebras já terá adquirido boa elasticidade e suavidade devido à ausência total ou praticamente total do edema. Até o sexto mês de pós-operatório, as pálpebras apresentarão ciclos de maior ou menor edema, que será influenciado pela temperatura ambiente, exercícios físicos, entre outros.

Esse ciclo do aparecimento do edema vai cada vez ficando menos intenso até não acontecer mais, geralmente por volta do oitavo mês. A melhora do edema é lenta e progressiva e o paciente deve cooperar com paciência.

Pacientes muito ansiosos, que esperam resultados rápidos de uma plástica palpebral, deverão ser bem orientados para não se olharem demasiadamente no espelho, se cobrando uma melhor aparência a cada dia que passa. Essa ansiedade poderá se transformar numa frustração precipitada e desencadear um processo de depressão que atrapalha consideravelmente a recuperação da cirurgia.

Alguns pacientes com tendência a retenção de líquidos apresentarão um edema maior no pós- operatório. Essa situação é mais comum em mulheres, devido a fatores hormonais. Pacientes que tomam medicação que provoca retenção de líquidos como anticoncepcionais e antidepressivos também têm tendência à persistência do edema palpebral mais prolongada no pós-operatório.


Obs: De acordo com a Resolução Federal de Medicina nº 1.701/2003 é vedado ao médico expor figura de paciente ainda que com autorização expressa do mesmo.

 
Tel: 27 3325.0784
Fax: 27 3227.7744
Rua Celso Calmon, 206
Praia do Canto - Vitória - ES